Seção Eu Odeio Bancos continua…

A notícia blogada é do começo do ano, quando o Brasil ainda não era considerado “investment grade” pela consultoria americana. Tornou-se em abril.

Reparem no segundo parágrafo, o comentário feito pelo diretor do Banco Santander sobre o fato do Governo ter aumentado a CSLL apenas sobre Bancos e não sobre as demais empresas.

Isso me lembra toques de recolher organizados pelas facções criminosas em favelas no Rio de Janeiro: “se não fecharem a porta, abrimos fogo!”. Os Bancos fazem o mesmo com um pouco mais de glamour, claro.

Santander diz que aumento de alíquotas “é ruim” para o setor bancário e para a economia do país

SÃO PAULO – Além de ser ruim para o setor financeiro, a decisão de elevar as alíquotas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) é prejudicial também para a economia, diz o presidente do Santander, Gabriel Jaramillo, para quem a decisão elevará o custo do crédito.

Em nota oficial o dirigente acrescentou ainda que esse é o tipo de atitude que “gera temor” em investidores estrangeiros eleva o risco Brasil. “É uma alteração de regra típica de países que ainda não atingiram o tão desejado investment grade (grau de investimento)”, diz.

Na avaliação do executivo, além de “violar a eqüidade” na aplicação e na incidência dos impostos, a decisão vai elevar o custo do crédito “como um todo”. Ele lembra que a medida afeta justamente a oferta de crédito, que tem sido responsável pelo crescimento econômico do país nos últimos anos

Em relação à equidade, o Santander já contesta na justiça a alíquota diferenciada da CSLL entre bancos e as demais empresas, que vigorou durante alguns anos da década de 1990. O valor provisionado para tal contingência era de R$ 1,238 bilhão ao final de setembro deste ano.

Em sua nota, Jaramillo mencionou ainda outra decisão do governo contra o setor bancário anunciada em dezembro, que estabeleceu mudanças nas tarifas bancárias. “Primeiro foi a intervenção nas tarifas e agora este incremento na taxa impositiva de forma arbitrária, o que joga contra a facilitação do crédito.”

No último 6 de dezembro O Conselho Monetário Nacional (CMN) reduziu de 55 para 20 o número de tarifas básicas que podem ser cobradas pelos bancos de seus clientes pessoa física e estabeleceu que a partir de 30 de abril de 2008, as tarifas bancárias só poderão ser reajustadas a cada 180 dias.

Anúncios
Esse post foi publicado em Política e Economia e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Seção Eu Odeio Bancos continua…

  1. INDIGNADA disse:

    EU ODEIO O SANTANDER

    JÁ RECEBI VÁRIAS LIGAÇÕES DE ATENDENTES DO SANTANDER ME OFERECENDO CARTÃO DE CRÉDITO E SEMPRE AFIRMEI NÃO TER INTERESSE. HÁ ALGUNS MESES RECEBI EM MINHA CASA, MESMO SEM TER SOLICITADO, UM CARTÃO DE CRÉDITO. NA MESMA HORA O DESTRUÍ, E ELE NUNCA FOI DESBLOQUEADO. NESTA SEMANA RECEBI EM MINHA CASA UMA FATURA DESTE CARTÃO DE CRÉDITO COM O VALOR DE 27,50, PARCELA 1/4, REFERENTE A ANUIDADE DE UM CARTÃO QUE EU NUNCA SOLICITEI E MUITO MENOS UTILIZEI! AO LIGAR NO 0800 DO BANCO PARA RECLAMAR ME DISSERAM QUE EU TEREI Q RETORNAR NA SEGUNDA-FEIRA EM HORÁRIO COMERCIAL PARA EFETUAR O CANCELAMENTO DESTE CARTÃO E SOLICITAR ESTORNO DO DÉBITO DA FATURA, COMO SE NÃO TRABALHÁSSEMOS E ESTIVÉSSEMOS POR CONTA DELES. NA VERDADE EU NEM PRECISARIA CANCELAR ESTE CARTÃO JÁ QUE ELE NUNCA FOI SOLICITADO E NEM ATIVADO.

  2. Anthrax disse:

    Odeio o Banco do Brasil.

  3. SILVIO LOPES disse:

    PROCURE O PROCOM DE SUA CIDADE, O ENVIO DE QUALQUER PRODUTO SEM A SOLICITAÇÃO DO CONSUMIDOR É ABUSO SUJEITO A PUNIÇÃO.

  4. peixe disse:

    o banco do brasil, esse dos 200 anos, (velho), ja nasceu velho, è um arremedo de escravidao, não sei qdo eu mais o odeio, se quando ele tirou o meu pai de mim ou quando eu resolvi me entregar a uma rotina estafante, onde so importa dinheiro, e minha familia nao existe, ocorre que eu não quero mais, para mim, acabou, FUI.

  5. Giselle Garcia disse:

    Cara… Eu odeio o BB com todas as minhas forças. Nunca fui tão mal tratada, nunca tive que esperar tanto numa fila (chega a 2h40 minutos de espera, dependendo do atendimento), nunca tive que procurar tanto por um gerente de conta que muda a cada mês, nunca fui tão vítima de hackers como no net bank do BB… enfim, um lixo o banco.

  6. Josefa disse:

    CONCORDO PLENAMENTE!
    DEPOIS DE SER CLIENTE POR 30 ANOS DA MESMA AGENCIA DO BANCO REAL AGORA VOU SAIR DESSE banco SANTANDER,
    E OLHE QUE SOU ESPANHOLA!
    NÃO RECOMENDO PRA NINGUEM SER CLIENTE DESSE BANCO!

  7. Alessandra Farias disse:

    Estive ontem na agência da CAIXA ECONÔMICA do bairro Piçarra em Teresina-Pi. Já é a segunda vez que tenho problemas lá, na 1ª vez tentei falar com uma funcionária que sabia que eu ia lá, era pouco depois das 16h e eu só queria falar mesmo através do vidro e o estagiário disse que era impossível eu falar, então também achei que era impossível eu manter minha conta. Ontem fui humilhada lá, não permitiram que eu entrasse, devido a porta rotatória, os guardas nem se aproximaram para ver o que tinha na minha bolsa, mesmo eu permitindo. Cheguei ao ponto de jogar tudo o que eu tinha dentro da bolsa no chão, só assim eles se aproximaram e deixaram-me entrar. Fui humilhada, fiquei de joelhos diante deles juntando meus pertences. Espero nunca mais entrar nessa agência. Inclusive o local da agência é péssimo, pois não tem estacionamento.

  8. Walner disse:

    RECORRAM AO BANCO CENTRAL

    Quero registrar que toda (com ênfase no “toda”) vez que necessito utilizar um dos telefones de atendimento do B.B. é um momento de profundo estresse e decepção. Não há uma só vez em que não precise ligar e religar nos números fornecidos a fim de conseguir ser atendido. Quando não é dificuldade com chamadas que sempre dão ‘ocupado’, é com as transferências automáticas da chamada pela secretária eletrônica ou com os atendentes que informam mal ou simplesmente interrompem a ligação quando não sabem ou não querem dar a resposta ou me ouvir. Passemos, então, a um caso concreto ocorrido há dez minutos. Inicialmente liguei no telefone (presente em meu cartão) 4004 0001. Após uma infinidade de opções, consegui chegar àquela que me permite falar com um atendente. Escolhida tal opção, foi-me solicitada uma senha de 4 dígitos, a qual não possuo (qdo inseri minha agência e conta, o sistema já deveria suprimir a necessidade de tal informação, solicitando outra para autenticar-me), assim o atendimento não pode ser continuado. Segui para o site e tentei dois outros telefones: 0800 729001 e 0800 7290722. Após inúmeras tentativas (sempre ocupado ou lançado na insuportável ‘musiquinha’ de espera interminável), consegui falar no primeiro. Ao passar pelas opções, a secretária eletrônica informou-me meu protocolo (14789576), anunciou que me transferiria para o atendente e a ligação foi encerrada. Mais algumas tentativas e consegui falar novamente no primeiro telefone. Novamente passei pelo mesmo processo e obtive o número de protocolo 14785844. Após vários e intermináveis segundos de silêncio (que quase me fizeram desligar o telefone) uma atendente me atendeu. Identifiquei-me (ela não) e mencionei o desejo que realizar uma reclamação e uma solicitação, antes ter minha dúvida solucionada. Ao ouvir isso, a atendentende, sem nenhum aviso, me lançou na ‘musiquinha’ de espera, substituida pelo sinal de chamada logo após, que perdurou por cerca de uns 3 min antes de a ligação ser, desrespeitosamente, encerrada. Assim, após inúmeras tentativas infrutíferas (o que é absurdamente comum, em se tratando de atendimento do B.B.), desisti sem ter minhas demandas atendidas. São demandas, relativamente, simples que, em tese, não necessitariam tramitar pelo Banco Central, onerando seus funcionários com tarefas que deveriam ser rapidamente solucionadas pelo próprio atendimento telefônico do B.B., caso fosse mais eficiente e respeitasse mais seus clientes. Assim, constrangido pela situação imposta, sendo conhecedor da pequenez de tal problema frente a outros que o Banco Central necessita resolver, recorri a eles como último recurso, a fim de que o B.B. assuma suas responsabilidades junto a seus clientes, e é isso que recomendo a todos aqueles que se sentirem mal atendidos por um banco, pois as taxas que pagamos não são pequenas e deveriam garantir um atendimento de excelência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s