Uma no Cravo; outra na ferradura…

Cheguei de Londres. Uma viagem muito boa. Excelente na verdade.         Mais  por motivos pessoais, mas os não-pessoais (existe isso?) também  foram legais. E pra não dizerem que não falei de flores (em relação aos bancos), uma elogio aos bancos brasileiros: Em londres, até onde vi, não é possível depositar (em dinheiro) nos caixas eletrônicos, sendo necessário enfrentar as filas da agência! Ponto pros bancos brasileiros, que oferecem esssa facilidade para nós!

Mas, como diz o título, se é uma no cravo, a outra é na ferradura. Infelizmente, a ferradura é muito pior que o cravo. Pois as taxas de juros dos Banco ingleses são, como mostram o anúncio da foto, muito mais baixas que as brasileiras. Um empréstimo num banco comum em Londres tem uma taxa anual de 7,9% de juros (APR ou Annual Percentage Rate). Detalhe: a APR inclui já as taxas envolvidas no empréstimo!

Ou seja, trocaria correndo uns minutinhos na fila pra depositar em dinheiro (pois em cheque dá pra depositar nos caixas eletrônicos) por uma taxa de juros anual de um dígito, incluido aí todas as taxas! Enquanto isso, os eficientes bancos brasileiros cobram taxas mensais (com juros compostos) maiores que as taxas anuais dos bancos londrinos!

E o famoso cheque especial? Bom, lá na inglaterra o termo é overdraft. Mas é basicamente a mesma coisa. E qual a taxa que eles cobram? Um pouco mais é verdade. No exemplo da foto (abaixo), assustadores 17,9% ao ano! Aqui é quase esse valor ao mês!

É, continuamos odiando bancos (em operação no Brasil especialmente)!

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Manoel Galdino, Política e Economia e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Uma no Cravo; outra na ferradura…

  1. Silvano disse:

    Estamos sendo roubados, e o pior, legalmente roubados.

  2. Marcel disse:

    Muito bom, realmente muito bom o post.

  3. Paula disse:

    Voce realmente cumpre com o que fala.

  4. Psico disse:

    Depósito em dinheiro? Com o depositante adotando, por assim dizer…. um pseudônimo? Utilizaram isso largamente lá nas Minas Gerais. Ninguém sabe muito bem quem realizou muitos dos depósitos e saques nas contas do Valerioduto.

    Bom?

  5. Cara,

    não lembro bem, mas creio que depósito no caixa tbm não requer identificação…
    E além do mais, eu que não cometo crimes quero poder depositar em dinheiro sem pegar filas nos bancos. Enfim, não tô defendendo os bancos… você viu o meu post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s