livros que eu li

Queria listar quantos e quais livros eu já li. E aproveito pra compartilhar com vocês. Compartilhem comigo os livros que leram, especialmente os que não li, mas devia ter lido. O número na frente do autor aponta para o número de livros totalizado até o momento.

3. Machado

Dom Casmurro, Brás Cubas e Contos Fluminenses (além de contos isolados).

5. Dostoiévski:

Crime e Castigo

Noites Brancas

6. Saramago: Ensaio sobre a Cegueira

9. Kafka:

O Castelo, O Processo e Artista da Fome

11. Graciliano Ramos:

Vidas Secas

São Bernardo

12. Lima Barreto:

Policarpo Quaresma

13. Eça de Queiroz:

O Primo Basílio

14. Sthendal

O Vermelho e o Negro

18. Shakespeare

Otelo, Hamlet, Rei Lear e Mcbeth

19. Sommerset

O Fio da Navalha

20.

O Grande Gatsby

22. Orwell

Revolução dos Bichos e 1984.

24. José de ALencar:

Lucíola e Senhora

25. Ítalo Calvino

Se um viajante numa noite de inverno

26. Lewis Carrol

Alice no País das Maravilhas

27. Borges

Coletânia de Contos

28. Poe

Coletânia de Contos

29.

A Insustentável Leveza do Ser

30. Guimarães Rosa

Primeiras Estórias

31.Bernardo de Guimarães

O Seminarista

32.

Amor de Perdição

33.

Admirável Mundo Novo

34. Rowling

Harry Potter e a Pedra Filosofal

35. Tolkien

O Senhor dos Anéis (vol I)

36. Gorz

Carta à D.

38. Joyce

Dublinenses e Exilados

40. Ibsen

Casa de Bonecas e Um inimigo do Povo

42. Garcia Marquez

Cem anos de solidão e Memórias de Minhas Putas Tristes

44. Tchekov

O Duelo

Coletância de Contos

45. Serginho e Binho

Donde miras

46. Autores Vários

Coletânia das 100 melhores Crônicas Brasileiras

48. Rubem Fonseca

O Caso Morel e Coletânia de Contos

49. J. D. Salinger

O Apanhador no Campo de Centeio

50. Mário de Andrade

Contos Novos

51. Marcelo Coelho

Jantando com Melvin

53. Chico Buarque

Budapeste e Benjamin

54. Dumas

A Dama das Camélias

55. Diderot

O Sobrinho de Rameu

56. Vinicius de Moraes

Antologia Poética

57. Connan Doyle

Coletânia de Contos/estórias

58. Dickens

Greats Expectations (Grandes Esperanças)

60. Camus

O Estrangeiro e A queda.

61. + 1 do Kafka

Narrativas do Espólio

62: Gorz

Carta a D. Foi o último livro que eu li. Lembrado pelo meu amor. Obrigado, amor.

63. Helman Melville

Bartebly, o Escrivão.

W: + livros/ contos que lembrei

Iaiá Garcia, 5 minutos, A mão e a luva, A Relíquia, A viuvinha, Contos do Azimov e Philip Dick.

X. Livros que li mais novo, mas que não considero grande literatura (mero entretenimento):

Xangô de Baker Street, Mundo de Sofia, o Dia do Coringa, uns quatro da Agatha Cristie (esse mais que entretenimento), o Silêncio dos Inocentes, O Júri (Graham Greene, acho), Titanic, Ícone, A Casa da Rússia, Operação Cavlo de Tróia I e II, Acidente (Daniel Steel), A Firma…

X+Y: livros que li de não ficação (briografias etc.)

Uma vida em vermelho (biografia Chê), Camus e Sartre (sobre a amizade dos dois), Seis propostas para o Milênio (sobre literatura, do Ítalo Calvino), Conferências Norton (Umberto Eco), O Super-homem de Massa (Eco), Apocalípticos e Integrados (Eco), Porque ler os Clássicos (Calvino), Um Mestre na periferia do Capitalismo (sobre a literatura de Machado, por Roberto Swharz), Olga (Fernando Moraes), A Utopia (More), Minha Luta ( Hitler), O Príncipe (Maquiavel), e outros que não lembro agora.

Os que lembrei agora são esses. Depois lembro mais. Tem mais uns que nem vou colocar, por exemplo alguns policiais, livros de faroeste etc.

Anúncios

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em literatura, Manoel Galdino e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para livros que eu li

  1. Humberto.Serna@yahoo.com.br disse:

    de JL Borges, economistas devem ler o “El Aleph” o melhor livro de contos dele. Um dos contos se chama “o Zahir”, e é sobre a moeda mais famosa da literatura..o conto termina assim: “quando todos os homens da Terra pensarem dia e noite no Zahir, qual vai ser o sonho e qual vai ser a realidade, a Terra ou o Zahir?”
    Se bem que o conto não é propriamente “economico” mas fala de uma determinada moeda que não se sabe porque é fascinante e inesquicível (inolvidable…)

    se bem que tudo pode receber uma interpretação econômica bastando tratar de risco, retorno, escolhas e incentivos

  2. Paula disse:

    Querido…voce esqueceu de ‘Carta a D.’, nao…eh a minha mais recente leitura…beijos, muitos beijos…Pa

  3. Marcel disse:

    Faltaram os livros de economia (não os livros-texto) como Celso Furtado, Caio Prado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s