Bil Gates e Viagem

Estarei de viagem por quase duas semanas. Nesse período o Blog fica apenas a cargo do Marcel. Mas antes da viagem, um comentário sobre algumas últimas ações do Bill Gates.

Eu não gosto do Bill Gates e não gosto da Microsoft. Na verdade, não gosto de monopólios. Mas leio aqui que o Bill Gates está comprometido em gastar sua energia em transimitr algumas mensagens, entre elas a de como melhorar a educação e combater doenças em países em desenvolvimento, como a Malária.

É claro que o Bill Gates só pode fazer isso porque já ganhou muito dinheiro. E também não gosto muito de que mudanças desse tipo dependam da boa vontade de atoreas particulares. Mas é interessante que alguém não fique tentando simplesmente ganhar dinheiro e poder a vida toda, como por exemplo o Roberto Marinho, da Globo. Ele morreu tentando acumular poder e riqueza!!

Eu acredito cada vez mais que mudanças maiores só virão quando as pessoas mudarem suas ações no cotidiano. Acho também que o modelo Gates (ficar bilionário para depois viver o que se acredita) não é generalisável e nem mesmo desejável: porque esperar acumular dinheiro e riqueza ao invés de começar as fazer acontecer aqui e agora? Ok, talvez sua eficácia seja maior se você fizer como o Bill Gates. Mas se todos ou muitos fizessem mudanças aqui e agora a eficiência seria muito maior do que todos ou a maioria tentar primeiro acumular riqueza e poder para só então agir.

No fundo Bill Gates reproduz a lógica da Microsoft, mesmo na filantropia: Seja grande e faça coisas com essa grandeza. E eu defendo um modelo mais linux: façamos todos já e agora um pouquinho (ou muitinho).

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Política e Economia e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Bil Gates e Viagem

  1. Humberto disse:

    pode crer

  2. Marcel disse:

    A comparação Linux X Microsoft foi genial Maceió!

  3. Humberto disse:

    como na sociedade das formigas, cada um fazendo um pouco, o Gates não, ele quer ser agora o “pai dos pobres”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s