Conhecimento Livre

Estou fazendo dois cursos na pós do departamento de estatística, no IME USP. Tenho três listas de exercício para resolver. Vou então em busca dos livros para estudar e resolver as listas.

Mas, supresa, não há livros suficientes para todos os pós-graduandos e eu fico sem livro para poder estudar. Procuro na internet cópias dos livros e não encontro. Um deles nem importando pela Amazon (está sem estoque). O outro demoraria mais de um mês para chegar aqui.

Isso é o mais irritante que existe. Quero estudar e não consigo, pois a infra-estrutura oferecida não é adequada. É realmente irritante. Se não houvesse o direito autoral, todos os livros publicados poderiam ser escaneados e, num horizonte de tempo razoável, “todo” o conhecimento produzido pela humanidade até hoje e que se encontra nos livros estaria disponível a qualquer um que quisesse estudar. Como as pessoas não vêem que o atual sistema é inficiente, tosco e burro?

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Manoel Galdino e marcado , . Guardar link permanente.

7 respostas para Conhecimento Livre

  1. Silvano disse:

    Concordo plenamente.

    Nós teriamos acesso rápido e fácil (sem falar gratuito) a todas essas coisas, que hoje temos a maior dificuldade em conseguir.

  2. Humbert Serna disse:

    aguardo ansiosamente a era dos ebooks de tela flexível!

  3. Humbert Serna disse:

    essa era já chegou acabo de ver: http://www.ziggi.com.br/artigos/detalhes/lancado-ebook-reader-com-tela-flexivel

    e

    http://www.gadgetvenue.com/flexible-ebook-reader-to-be-launched-09092103/pt/

    agora é esperar aprimoramentos e o preço se tornar socializante…

    é só fazer descarrega do livro pelo celular…tirar o ebook do bolso (que vai estar dobrado lá…) fazer o upload do celular para o ebbok…e ler.
    Vai precisar estar um poco escurinho pra ler, nada de ebook na praia, mas tá bom

  4. Que interessante. mas será que é suficiente para fazer a migração pro papel? Mesmo que seja, acho que demora uma geração inteira. Que mse acostumou com livro em papel dificlmente vai largar o hábito…

  5. Humbert Serna disse:

    as novas gerações não conheçerão o prazer do livro de papel, impresso a tinta, e com odor de máquina gráfica, no futuro todos lerão direto no plástico. Como as instruções do Miojo que vêm escritas sobre a embalagem plástica…

  6. Humberto disse:

    Outra perspectiva, são as tecnologias que permitem vc “projetar” textos sobre uma superfície, como um slide, a idéia vem diretamente daqui, dos teclados virtuais, que já são uma realidade…

  7. Marcel K disse:

    Os livros de papel tem o seu charme.
    Mas como os ebooks são práticos e com custo muito menor, somando prós e contras, vai ser muito melhor…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s