Universalismo e Focalismo

Houve um tempo, segundo meu entendimento limitado, em que a esquerda era a favor do Universalismo como políticva de Estado. Educação de qualidade para todos, sem discriminação. Saúde para todos etc. O SUS, aliás, parece-me o resultado de uma tal conquista. A idéia fundamental, presente na defesa do universalismo (por exemplo no texto do Marshal sobre cidadania e classe social) é que ao ser universalista, você promove a igualdade de condições. Se todos tem a mesma educação, então a educação desigual deixa de ser uma fonte de diferenciação política ou de classes.

Pois bem, parece que agora a coisa se inverteu e a direita defende a política universalista, e a esquerda o focalismo. Não sei se começou com o Bolsa família e o sucesso do programa no governo Lula (mas tem também o prouni), que inclusive foi atacado pela Conceição Tavares justamente por ser focalista (o bolsa-escola mira em alguns, em detrimento do todo. Não seria melhor educação boa para todos, ao invés de só alguns?). Mas o fato é que o Reinaldo Azevedo, discutindo o estatuto da igualdade racial, me sai com essa:

“Entenderam? O SUS é universal, mas passaria a ser particular para os “afro-brasileiros”. Ninguém sabia como. Mas tem de ser. A classificação da raça passaria a ser obrigatória — embora autodeclarativa.”

Tirando o fato de que ele faz vista grossa para o fato de que sim, biologicamente negros e brancos podem responder diferentemente a doenças e tratamentos, salta a vista ele defendendo o universalismo contra o focalismo. Lembremos o argumento focalista, enunciado por exemplo, pelo Heckman:

“The simple economics of intervention therefore suggests that society should focus its investment where it’s likely to have very high returns. Right now, that is the disadvantaged population.”

Eu até entenderia que o RA fosse contra esse focalismo em particular (negros), e defendesse outro qualquer. Mas não entendo ele defender que o universalismo do SUS está sendo extinto pelo focalismo.

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Política e Economia e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s