Cosma Shalizi

Sem nada pra fazer num sábado à noite Enquanto eu espero o R terminar um “posterior predictive checks” de um modelo multinível (o que é isso? não importa, só que eu tô usando um programa pra fazer umas coisas e tá demorando bastante), vou escrever sobre o Cosma Shalizi.

Um dia eu tava procurando coisas sobre o Wolfram, e achei uma resenha por acaso de um livro dele, num tal de Bactra Review, onde um tal de Cosma Shalizi fazia uma crítica bem pesada do livro e do próprio Wolfram. Numa palavra, ele dizia que o Wolfram, ainda que muito inteligente, era um Crank (Crank é difícil de traduzir, pelo menos pra mim, mas é o cara que acha que todo mundo num campo da ciência tá errado e se julga incompreendido, mas na verdade ele é zuado mesmo. Típico Crank é quem acha que provou, por exemplo, que a teoria da Relatividade está errada e só não dão crédito a ele porque há interesses escusos etc.).

Nessa crítica inclusive ele fazia uma referência bastante crítica ao Prigogine, prêmio Nobel que química, e que escreveu uns livros meio populares de ciência sobre teoria do caos, termodinâmica etc.

Eu particularmente não sabia muito o que pensar dessas opiniões, principalmente por que estava fora da minha especialidade. Era preciso conhecer não somente muito de estatística, mas também de física, modelos baseados em agente, química etc. Coisas que eu no máximo arranho ou tenho algum conhecimento técnico superifical (como processos ergódicos etc.).

Passou um tempo, e então o professor Gelman, de estatística e ciência política, cujo Blog acompanho bastante e que é muito respeitado na academia (e aqui eu tenho um pouco mais de condição de avaliar, embora não tanto assim) comentou sobre um spam que recebeu da empresa do Wolfram. Seguiram-se vários comentários críticos ao Wolfram e eu comentei dessa resenha do Cosma Shalizi. O professor Gelman reconheceu desconhecer a resenha, mas revelou que Shalizi era um cara muito bom. Não só isso, meses depois eles escreveram um artigo juntos sobre filosofia da ciência e inferência Bayesiana, ou seja, o cara é realmente bom.

De lá pra cá, eu comprei um livro baseado numa resenha que ele fez (o livro é bom, mas não sei se me ajuda tanto) e agora tô acompanhando o Blog dele, que tem uns links muito legais.

Aproveitem e façam uma visita ao blog dele. Vale a pena. Expande nossos horizontes, embora eu deva confessar que nem sempre dá pra acompanhar (no sentido de entender) as discussões dele ou os textos linkados pelo Blog dele.

Anúncios

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em ciência, internet e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s