QI

Uma vez eu fiz um teste de QI na internet, numa site não muito confiável, em inglês (!) e fiz, salvo engano, 142 pontos. Mas eu devo confessar que eu “roubei” um pouco, pois uma ou duas questões eu acertei chutando, e uma ou duas eu usei teoria dos conjuntos que aprendi na faculdade e não sabia nos tempos de colégio. Ainda assim, pelas minhas contas, eu acabaria com um QI de mais de 130!

Tudo isso apenas pra introduzir alguns links do Cosma Shalizi destruindo (tanto quanto entendo de estatística e de psicometria para acompanhar as críticas) o conceito e medições de QI, inteligência, fator G e outros assim chamados traços de personalidade que são bons preditores de um monte de coisas.

Se você ainda não viu o blog do Cosma Shalizi, está perdendo tempo. Pode começar por esses links (que já são antigos) e depois ver outras coisas por lá. Vale a pena.

Diálogos parte I e II

Para os que gostam mais de estatística, uma discussão mais formalizada.

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em ciência, Manoel Galdino e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s