Texto do FHC

O FHC escreveu um texto longo tentando pautar a oposição, intitulado justamente “O papel da oposição”. O texto é bom e ruim. É bom diagnóstico que faz em muitos aspectos, ruim ao tenta rpautar uma agenda impossível para o PSDB.

O texto reconhece o caráter anacrônico dos partidos e dificuldade de se ligar ao cotidiano das pessoas, a necessidade de limitar concessão de cargos e criação de Ministérios, a importância das novas mídias, especialmente as redes sociais e a questão da ecologia.

Porém, fala de um Partido que inexiste na prática. O PSDB é ligado a muitos setores atrasados da vida política. Não adianta falar em redes sociais, twitter, blog etc., quando a proposta do Azeredo ficou apelidada de AI-5 Digital. A prática contradiz o discurso. O mesmo vale para o meio ambiente. A lógica privatista-mercantilista dificilmente pode ser conciliada com um combate efetivo ao aquecimentoglobal. Basta ver o estado de São Paulo. A prioridade tem sido o carro durante mais de 20 anos, o individualismo da elite paulistana. E é justamente esse pessoal que apoia o PSDB. O mesmo vale para a questão da Maconha. Como o PSDB pode ter uma pauta progressista dessa com abase conservadora e retrógada que tem?

Por fim, o PSDB ainda tem pés de Barro. FHC continua remoendo velhos temas, mesmo quando reconhece que Inês é morta. Fala da compra de votos pra aprovar reeleição, diz que não aumentou tanto a dívida assim (mas aumentou!) e defende as privatizações, que ajudaram a criar os campões monopolistas nacionais que ele agora critica e a falta de autonomia das agências reguladoras. Como se um não fosse filho do outro.

Em suma, o problema do texto do FHC é que o PSDB está num beco sem saída. Precisaria se renovar para atingir um novo público, mas a realidade tem levado o partido mais e mais para um conservadorismo incompatível com o discurso que FHC imagina para o partido. Esse o problema que FHc não enfrentou. Faltou realismo ao adepto da utopia do possível.

ps.: Há um meme já circulando de que a mensagem que vai ficar do texto do FHC é a passagem em que ele diz que o PSDB deve desistir do povão. Por incrível que pareça, pareceu-me a única parte realista do artigo. O PSDB não vai mesmo atingir o Povão, melhor tentar conquistar outra parcela do eleitorado. É elitista? É, mas é realista. É o que se pode fazer no PSDB.

 

 

Anúncios

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Manoel Galdino, Política e Economia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Texto do FHC

  1. Paulo de Tarso Soares disse:

    Meu caro amigo Maceió, a única coisa que tresta, para os tucanos, que vale mesmo para eles, a única coisa relevante dita pelo FHC é para deixarem de tentar atrair o povão. De fato, de povão, eles nada entendem, daí ser a única coisa sensata que ele falou, pois o resto é a demagogia costumeira do FHC, do que fala de cátedra só para acamada média ignorante reacionária preconceituosa e ressentida. Abraços. Paulinho.

  2. Diego Viana disse:

    Maceió, pra ser honesto não vi tanta discordância assim. Você centrou a análise em outros pontos, mas fora isso, não me parece muito diferente do que eu coloquei no blog…

    Abs
    Diego

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s