Poesia

Podia ir pro twitter, mas sacumé, né? Sou mais blogueiro que twitteiro…

A epifania de hoje é que escrever uma tese de doutorado é poesia. Sim, poesia. Pode ser uma poesia meio Augusto dos Anjos, pode ser meio Robert Frost, talvez Drumon, quem sabe Fernando Pessoa. Ou algum autor deconhecido, seu pai, seu tio, seu irmão, aquela sua namoradinha.

Cada um que escreve tese de doutorado sabe, lá no fundo, qual é a sua poesia. A minha eu gostaria qu fosse Fernando Pessoa, mas acho que não é não. Quando eu terminar a tese e descobri qual é a poesia dela, conto aqui pra vocês.

Anúncios

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Manoel Galdino, poesia e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s