Mas afinal, capital constante é fluxo ou estoque?

Via Marginal Revolution, texto da Joan Robinson em que ela faz a pergunta do título a um marxista. Se algum marxista que sabe de Marx mais do que eu (isso não é difícil. A cada dia esqueço mais Marx) puder responder nos comentários…

 

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em ciência, Manoel Galdino, Política e Economia e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Mas afinal, capital constante é fluxo ou estoque?

  1. Paulo de Tarso Soares disse:

    A resposta é muito simples, meu caro Maceió! Nada, para Marx, é fixo! isso é fundamental ser entendido. A crítica à positividade científica, feita por Marx, tem isso como base. O termo constante não se refere ao fato de ser estoque ou fluxo e sim ao fato de adicionar ou não adicionar valor. Trabalho acumulado, trabalho morto, que entra no processo produtivo, que é consumido no processo produtivo, mas não adiciona valor. Trabalho vivo que vira trabalho morto que vira produto. Abraços. Paulinho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s