Pensamentos econômicos

Como muitos de vocês sabem, sou formado em economia. E como também já sabem, há tempos não estudo economia. Uma das coisas que eu conclui nos meus estudos de economia é que a economia de mercado é um coisa muito complicada. Minha impressão é que, na prática, a economia funciona como Keynes e Marx viam, porém teoricamente é muito difícil de fazer uma teoria consistente com essa visão.

Na verdade, tirando uma teoria bem simples e obviamente errada como a teoria de equilíbrio geral, minha impressão é que não tem teoria econômica moderna que seja consistente logicamente.

Se você ler o Krugman, por exemplo, verá que ele menciona várias vezes o famoso instrumental teórico AS-AD, que está baseado no modelo IS-LM do Hicks. Pois bem, ocorre que o modelo IS-LM mistura fluxo com estoque de uma forma totalmente inconsistente. MAs as pessoas continuam utilizado esse modelo mesmo assim.

Eu mesmo penso em termos de IS-LM, mas não de forma muito satisfeita, pela inconsistência teórica. Os poucos modelos consistentes – como agente representativo –  falham de modo tão gritante em explicar as flutuações econômicas que de nada adianta a consistência.

Então, em resumo, pra mim, conhecer a ciência econômica – estou pensando aqui fundamentalmente em macroeconomia – serve apenas, como disse a economista Joan Robinson –  para impedir que os economistas te enrolem.

 

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Manoel Galdino, orquídeas selvagens, Política e Economia. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s