Democracia e Desenvolvimento

Saiu um working paper no site do NBER sobre democracia e desenvolvimento, revisitando a teoria da modernização. Segundo os autores, a principal contribuição deles à literatura é o período estudado: 1870-2000.

Mas o artigo dá vergonha alheia. Começando pela revisão da literatura. O único cientista político citado que notei  é o Lipset. Nem vou falar do Przeworski et. al, mas pelo menos Boix e Stokes tinham que ser citados, se não pelo fato de que eles usam dados de 1850 até 1990! Tem muito mais gente, claro, mas creio que já fundamentei meu ponto aqui.

Outro problema do artigo é o modelo. Duas variáveis: renda e educação. E as variáveis defasadas é que servem como instrumento. Tá certo que eles usam GMM, que não entendo, mas mesmo assim, eles nãom argumentam muito que o instrumento é válido.

Por fim, eles dizem:

‎Among 36 specifications, 24 involve lagged income having a
positive and significant coefficient. Using a fixed-effects estimator (henceforth FE), lagged income is significant in 11 out of 12 cases” (p. 10)

In practice, countries join the sample at their date of independence, but many young countries have experienced erratic political processes, including declines in democracy in some cases.
Their inclusion in the sample could create composition effects and spuriously affect the long-term interpretation of our results. In the last part of Table 2, we therefore restrict the sample to a balanced panel of nineteen countries observed since 1870. Within this sample, lagged GDP per capita appears to be a strongly significant determinant of democracy in 7 out of 12 specifications (p. 11)

Really? 36 especificações? E nada de correção do p-valor para múltiplas comparações? É, nada disso. Painel de 19 países (devem ser quase todos da OCDE) na subamostra? Acho que não precisa dizer muito mais, né?

Eu sei que é um working paper, mas nesse caso achei demais. E não duvido que seja publicado em alguma revista de economia média, deixando passar a maioria desses problemas…

 

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Manoel Galdino, Política e Economia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Democracia e Desenvolvimento

  1. Gabriel Cepaluni disse:

    Qual o link do artigo?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s