Crooked Timber vs Marginal Revolution

Eu não podia deixar passar essa batida. No The Crooked Timber, postaram um longo texto argumento que libertários “estranhamente” não se preocupam com a liberdade dos trabalhadores no ambiente de trabalho. Tyler Cowen e Alex Tabarrok, do Marginal Revolution, ofereceram suas respostas. E John Holbo escreveu uma tréplica no The Crooked timber.

Evidentemente refletindo meu esquerdismo, este debate é nada mais nada menos que uma vitória retumbante do The Crooked Timber contra o Marginal Revolution. E a incapacidade  dos libertários de defenderem os trabalhadores, mesmo quando se trata de liberdade, é mais uma evidência de como é a ideologia que está por trás dos nossos pontos cegos.

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em internet, Manoel Galdino, Política e Economia e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s