Sobre o ensino

Hoje em dia todo mundo fala que educação é importante. E no entanto, há quem questione o significado de fazer um curso superior. Será que realmente aprenderemos algo que poderá ser aplicado na prática? Iremos realmente sair mais sábios da Universidade? E há diferença entre curso técnico e, digamos, curso científico? Ou ainda, curso científico e curso humanista?

Eu não pretendo responder a todas essa perguntas, mas gostaria de dizer pelo menos um ponto onde acho que a Universidade ou, mais especificamente ,um curso superior muda a vida da gente. Para mim, o ponto central se resume ao aprendizado de modelos mentais.

Como a realidade é muito complexa e multidimensional, nós precisamos criar enquadramentos ou modelos mentais de como o mundo funciona. E então passamos a pensar e interpretar o mundo a partir desses modelos mentais. É por isso que economistas vão achar que é tudo uma questão de incentivos (e frequentemente incentivos monetários). Se você – como eu – tem aprendido bastante sobre psicologia (mas a psicologia irmã da economia, daquela feito por Kahneman e cia.), então o enquadramento é o de vieses, heurísticos, racionalidade limitada. Ou se você tem uma pegada mais matemática, você pode pensar as coisas em termos de otimização, máximo local, máximo global.

Então, o que o ensino superior – se bem feito – lhe proporciona é uma série de repertório com que interpretar o mundo. Cada curso vai fornecer um repertório diferente e uma ênfase diferente sobre os múltiplos aspectos que formam a realidade. Essa é a razão, aliás, porque eu acho que na Universidade, não se trata de aprender uma profissão no sentido de adquirir conhecimentos práticos. Se trata de aprender a pensar de uma certo jeito, de forma abstrata. Aplicações do conhecimento são coisas legais, claro, mas o fundamental é aprender um certo modo de pensar. E saber que, a depender do curso – a própria abstração da realidade faz parte do modo de pensar que se deve aprender. Em outras palavras, o modo de se pensar é de forma bastante abstrata.

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura, ciência, Manoel Galdino e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Sobre o ensino

  1. abevieiramota disse:

    Republicou isso em Coding.

  2. Pingback: Threshold knowledge | Blog Pra falar de coisas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s