Arquivo da tag: crap

Crap

Em Teresina, vento frio e pálido Tremelique, pileque, pastiche Silêncio, gritava Antônio, calado Condenado, murmurava cabisbaixa Alice A que deu o azo? shhhhhhhhh shhhhhhhhhh … … … … … Mais um minuto de silêncio Cores, cores, mil cores Quem ousa … Continuar lendo

Publicado em Arte e Cultura, Manoel Galdino, orquídeas selvagens, poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário