O que sabemos sobre o Aquecimento Global

Excelente post da Nature sobre o que aprendemos em 2008 sobre o aquecimento global. E também sobre o que ainda não sabemos.

climate2008142-i2

Não irei traduzir o post completo, pois é algo longo. Vou apenas fazer um bevíssimo resumo:

O que aprendemos:

1.  Outros gases do efeito estufa também são relevantes, além do CO2.

2.  O derretimento do gelo ártico no verão está ocorrendo muito rápido.

3. O aquecimento global já está causando impactos. O exemplo mais ilustrativo é do urso polar, considerado com  risco de extinção em virtude da mudança climática causada pelo homem.

4. O gráfico do taco de hockey (hockey stick), que dizia que a década de 90 tnha sido a mais quente dos últimos mil anos e que 98 fora o ano mais quente do período, está correto. Houve bastante controvérsia a respeito, mas agora parece que as conclusão eram essencialmente corretas.

O que não sabemos ainda:

1. A velocidade do aquecimento global e variação de curto prazo ainda são incertas. Há quem diga que pode haver esfriamento no curto prazo devido à variações naturais do clima, ainda que a tendência de longo prazo de aquecimento seja quase consenso.

2.  Onde estabilizar as emissões de CO2 . Como já postado anteriormente, há quem defenda que nós devemos estabilizar as emissões em 350 ppm (atualmente estamos por volta de 384 ppm na atmosfera). Mas há também quem defenda estabilizar em 550 ppm, devido aos custos econômicos e políticos de atingir uma meta mais arrojada (é a tese da “meta realista”).

3. Quem absorve o carbono emitido. Embora saibamos que os oceanos absorvam boa parte do CO2, é difícil dizer quanto se deve aos oceanos e às florestas, reflorestamento etc.  Em parte por dificuldades de medida de CO2, em parte por falta de entendimento teórico da questão.

4. Quão rápido o gelo da groenlândia está derretendo? Sabemos que se o gelo da groenlândia derreter completamente, os níveis do mar podem subir 7 metros. Porém, acreditava-se que isso se daria em milênios. Agora, já há quem fale em séculos e que em até 100 anos podemos observar elevação dos níveis do mar em cerca de 1 metro.

quadrinhos: Marc roberts

Sobre Manoel Galdino

Corinthiano, Bayesiano e Doutor em ciência Política pela USP.
Esse post foi publicado em meio ambiente e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s